Tuchel se apresenta ao Bayern e elogia elenco: “Um dos melhores da Europa”


O novo técnico do Bayern de Munique, Thomas Tuchel, se disse “totalmente surpreso” com o interesse manifestado pelo clube e elogiou o elenco, que tem a possibilidade de conquistar todos os títulos desta temporada.

Como nas grandes ocasiões, foi na Allianz Arena que o Bayern apresentou neste sábado Tuchel, o seu novo treinador até 2025, já que a pequena sala de imprensa da sede do clube de Munique, na Säbener Strasse, não teria capacidade para acomodar as cerca de vinte câmaras presentes.

Na sexta-feira, ao final da tarde, o Bayern havia anunciado a demissão do técnico Julian Nagelsmann, que tinha contrato até 2026, após uma dinâmica complicada na Bundesliga (cinco vitórias, duas derrotas e três empates), cedendo a liderança ao Borussia Dortmund depois de perder fora de casa para o Bayer Leverkusen no domingo (2-1), a nove rodadas do fim da temporada.

Contato inesperado

Neste sábado, Thomas Tuchel entrou no auditório, juntamente com o diretor esportivo Hasan Salihamidzic e o presidente executivo Oliver Kahn, e confessou o seu espanto quando a diretoria do Bayern fez os primeiros contatos, iniciados na noite de terça-feira e encerrados pouco mais de 48 horas depois.

“Acredite ou não, fiquei um pouco perdido nos primeiros trinta segundos da nossa primeira conversa. Não sabia do que estávamos falando. Rapidamente ficou claro que era para começar agora”, explicou Tuchel.

“Fiquei completamente surpreso. Não contava com isso na terça. Não havia ocorrido um contato antes”, acrescentou o treinador, campeão da Liga dos Campeões com o Chelsea em 2021.

O treinador, nascido em Krumbach, no sudoeste da Alemanha, a cerca de 100 km de Munique, foi demitido do Chelsea em setembro de 2022 do cargo e estava sem clube desde então.

Sorrindo, Tuchel afirmou que pensava em seguir carreira no exterior, com interesse, segundo a imprensa, de Real Madrid e Tottenham, quando veio o chamado do Bayern.

Com a equipe de Munique, “o DNA é conhecido, tem a obrigação de vencer e nisso não pode haver mal-entendidos”.

“O elenco é um dos mais talentosos e um dos melhores da Europa atualmente. É um enorme desafio”, insistiu. Para ele, “quando se é contratado pelo Bayern, é para entrar na luta por todos os títulos e ganhar o maior número possível”.

O Bayern ainda está na disputa em três competições nesta temporada: na Liga dos Campeões, com um confronto duplo contra o Manchester City pelas quartas de final, na Copa da Alemanha, com duelo nas quartas de final contra o Freiburg, e na Bundesliga, onde tem apenas um ponto a menos que o líder Borussia Dortmund.

Estreia contra o Dortmund

Tuchel chega ao comando do Bayern em meio à pausa da Data Fifa, e não poderá contar com todos os seus jogadores até sexta-feira. Seu primeiro treino com atletas que atualmente não estão com nenhuma seleção está marcado para segunda-feira.

Em seu primeiro jogo da temporada no comando do Bayern, Tuchel enfrentará seu ex-clube, o Borussia Dortmund, no sábado, dia 1º de abril, em um clássico decisivo na luta pelo título desta temporada (o Dortmund tem 53 pontos, um a mais que o Bayern).

“É o jogo com letra maiúscula no futebol alemão. E ganha uma nova importância”, avaliou Tuchel, que passou pelo Borussia Dortmund entre 2015 e 2017, antes de se transferir para o Paris Saint-Germain (2018-2020) e Chelsea (2021-2022).

Antes de apresentar o novo treinador, Oliver Kahn e Hasan Salihamidzic justificaram, com semblante sério durante cerca de trinta minutos, a sua decisão “impopular” de demitir Julian Nagelsmann, negando que tenha sido uma “reação de pânico”.

Após a derrota em Leverkusen (2 a 1, com dois gols de pênalti do time adversário), os dirigentes analisaram a situação e chegaram à conclusão de que a “curva de desempenho” estava orientada para baixo. “A situação entre o treinador e a equipe não funcionava mais”, avaliou Hasan Salihamidzic.

Deixe seu comentário





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *