Surez perde pnalti e Grmio perde para o Ypiranga na semifinal do Gaucho :: ogol.com.br


O Ypiranga está em vantagem na semifinal do Campeonato Gaúcho. O time de Erechim recebeu o Grêmio e venceu por 2 a 1, de virada. Suárez abriu a contagem e Erick, duas vezes de pênalti, marcou os gols da vitória do time da casa. O centroavante uruguaio ainda perdeu pênalti na primeira etapa. 

Para a partida de volta, a equipe do Ypiranga está em vantagem e pode empatar que estará na final. Vitória do Grêmio por um gol de diferença leva a decisão da vaga para os pênaltis. As equipes se enfrentam no próximo domingo, em Porto Alegre.

Suárez marca, mas perde pênalti

Desde o começo da partida, o Grêmio tomou as rédeas do jogo. A pressão que o Tricolor fazia virou vantagem no placar aos 13 minutos: saída rápida para o ataque e Pepê acertou bonito passe para Luisito Suárez que tocou de trivela na saída do goleiro para marcar o primeiro gol do jogo. A vantagem não diminuiu a intensidade de jogo do Grêmio, que seguiu pressionando e teve boas chances com Suárez e o próprio Pepê. O Ypiranga também oferecia perigo em alguma situações com Matheuzinho e MV. 

Aos 40, Robson derrubou Ferreira na área e o juiz foi chamado ao VAR para rever o lance e marcar pênalti. Na batida, Luis Suárez bateu rasteiro e Caíque fez a defesa. Depois disso, Vina ainda perdeu duas chances para o Grêmio: após cruzamento na área, o jogador bateu firme mas a bola subiu e foi por cima. Nos minutos finais, Vina recebeu cruzamento de Diogo Barbosa, apareceu sozinho na área, mas finalizou mal e perdeu chance de ampliar a vantagem. 

Virada no apagar das luzes

O panorama do jogo não foi alterado com o recomeço no segundo tempo. O Grêmio seguia pressionando no campo de ataque e o Ypiranga buscava saídas rápidas de contra-ataque. A equipe visitante não conseguia ter o mesmo volume de jogo e com o passar os minutos, o Ypiranga foi equilibrando as ações do jogo. Aos 23, pênalti para a equipe da casa: após revisão no VAR, o árbitro viu falta de Kannemann em Matheuzinho. Na cobrança, Erick bateu firme para deslocar o goleiro e empatar a partida. 

O gol animou a equipe mandante que passou a ser melhor no jogo. João Pedro bateu falta de longe, mas levou perigo ao gol de Adriel. Pouco depois, o goleiro gremista precisou trabalhar: Matheuzinho saiu cara a cara com Adriel e parou no arqueiro, que também defendeu o chute de Erick no rebote. O Tricolor passou a se defender e segurar o empate, sem conseguir criar chances como no primeiro tempo. Muito física, a partida teve bastante divididas e faltas. 

A reta final da partida ganhou em emoção. Islan cabeceou após escanteio e fez novamente Adriel trabalhar. O Grêmio teve chance em cobrança de falta perto da área, mas Everton Galdino ficou na barreira. Aos 46, o VAR chamou o juiz para análise de toque de mão de Kannemann. Após revisão, pênalti marcado e segundo amarelo para o zagueiro argentino – que foi expulso. Na cobrança, Erick novamente bateu bem e marcou o gol da virada da equipe de Erechim. 





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *