Senador pede intervenção federal na segurança do RN –


O senador Rogério Marinho (PL-RN) solicitou ao presidente Lula e ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSB-MG), a decretação de intervenção federal de segurança no Rio Grande do Norte, que está no quarto dia de ataques de grupos armados, que ateiam fogo a prédios públicos, lojas e veículos. Eles teriam relação com presidiários, que exigem melhores condições nos presídios do Estado.

Os ofícios foram enviados a Lula e Pacheco na noite de quinta-feira 16. Governado por Fátima Bezerra, o Estado já pediu o auxílio da Força Nacional, mas, segundo Marinho, a medida não é suficiente, uma vez que os ataques, iniciados na segunda-feira 13, continuam. Os ataques atingem pelo menos 38 cidades potiguares.

“O pedido ora apresentado, notoriamente excepcional, busca restaurar a normalidade institucional e a própria credibilidade das instituições do Estado do Rio Grande do Norte e dos administradores públicos”, afirmou o senador.

Nos ofícios, Marinho lembra que a intervenção federal de segurança pública foi utilizada já por esta gestão no Distrito Federal, depois das manifestações de 8 de janeiro. “É fato que a situação vivenciada por meu Estado merece a mesma atenção da União”, disse.

Ele afirmou, ainda, que apoia o requerimento do senador Styvenson Valentim (Podemos-RN), que solicitou o emprego das Forças Armadas em missão de garantia da lei e da ordem no Estado, “tendo em vista o esgotamento das forças tradicionais de segurança pública nessa grave situação de perturbação da ordem”.

Eventual decretação de intervenção na segurança pública do RN teria de ser aprovada na Câmara e no Senado.





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *