Rogério Ceni cita fracasso do São Paulo e teme grave lesão de Galoppo


O técnico Rogério Ceni concedeu uma entrevista coletiva após a eliminação do São Paulo nas quartas de final do Campeonato Paulista, para a equipe do Água Santa. O confronto, que ocorreu no Allianz Parque, terminou empatado em 0 a 0 no tempo regulamentar e acabou sendo vencido pelo time do interior nos pênaltis.

Na oportunidade Ceni afirmou estar mais arrependido do que os próprios torcedores do Tricolor e assumiu a responsabilidade pela eliminação vergonhosa do São Paulo.

“É um fracasso muito grande não chegar à semifinal. A gente não conseguiu atender às expectativas do torcedor é a responsabilidade é minha. Eu lamento muito, mais do que eles (torcedores) até. Como atleta, ex-atleta, torcedor e treinador do time deles, eu gostaria de sair daqui vitorioso e que eles saíssem felizes”, disse Ceni.

O treinador ainda comentou sobre a possível grave lesão do argentino Galoppo. O meia foi substituído aos prantos, ainda no primeiro tempo, sentindo fortes dores no joelho esquerdo, após um choque com um jogador do Água Santa. Internamente os médicos do São Paulo suspeitam de que o atleta possa ter contraído uma lesão ligamentar, o que é considerado um alto risco e pode acabar com a ótima temporada do argentino.

“Não sei qual será o resultado da ressonância, mas pelo teste feito pelo médico, é uma lesão séria. O momento é difícil. O próprio clube tem que pensar no que pode ser feito”, afirmou Rogério Ceni.

Galoppo é o artilheiro do São Paulo no ano o goleador máximo do Campeonato Paulista até aqui, com oito gols marcados. O argentino vive a sua melhor fase com a camisa tricolor, desde que foi contratado no meio da temporada passada.

Outros jogadores do São Paulo também se lesionaram no jogo

Além de Galoppo, o atacante Wellington Rato e o lateral-esquerdo Welington apresentaram complicações médicas no duelo entre São Paulo e Água Santa. O primeiro foi substituído de maca na etapa final, enquanto que o segundo precisou permanecer em campo mesmo com fortes dores no tornozelo. Isto porque quando Welington se machucou, Ceni já havia feito as cinco alterações e não tinha mais como mexer na equipe.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *