Professores estaduais fazem manifestação pelo piso da categoria, em Fortaleza – Ceará


Dezenas de professores do Estado realizam, na manhã desta quarta-feira (22), junto do sindicato da categoria, a APEOC, manifestação em frente à Assembleia Legislativa do Ceará, em Fortaleza. O movimento pede, entre outras reivindicações, o reajuste de 14,95% do Piso do Magistério.

Conforme o manifesto, os profissionais de Educação reivindicam o reajuste retroativo a janeiro e repercutindo na carreira, além da valorização da categoria, convocação de todos do cadastro de reserva e fim da taxação dos aposentados.

Leia mais

Professores

“Hoje é o Dia Nacional de Mobilização de Luta e Paralisação pelo cumprimento da Lei 11.738, a lei do piso do magistério e também para que o governo federal possa enviar projeto de lei ao Congresso Nacional sobre diretrizes de carreira”, disse o vice-presidente do Sindicato APEOC, Reginaldo Pinheiro. 

Retroativo

Segundo o representante da categoria, o Governo do Estado já sinalizou que cumprirá a lei do piso, mas não teria dado indícios sobre o retroativo relacionado à carreira do Magistério.

“É isso que nós queremos também e por isso temos feito tudo isso. Nada nunca foi fácil e por isso nós estamos fazendo essa manifestação. É um movimento que ocorre no Brasil todo, mas aqui ganha relevância já que o governo não está cumprindo o piso”, completou.

Informações da categoria apontam que mais de 200 escolas cearenses confirmaram a paralisação nesta quarta-feira, que tem abrangência nacional.

Posição do Governo do Ceará

Na última quinta-feira (16), o governador Elmano de Freitas veio a público garantir que cumprirá a determinação do Ministério da Educação, comandado pelo cearense Camilo Santana, para pagamento do piso da categoria.

O novo valor é a base do vencimento inicial das carreiras do magistério público da educação básica para a formação em nível médio, na modalidade normal, com jornada de 40 horas semanais.

“Piso dos professores, nas próximas semanas, nós vamos anunciar, porque queremos anunciar junto com o reajuste dos demais servidores”, pontuou o petista. Entretanto, nenhuma informação sobre o retroativo da carreira foi citada.

O reajuste no piso do magistério, fixado, agora, em R$ 4.420,55, foi anunciado no dia 16 de janeiro pelo ministro.

Trânsito no local

A manifestação está sendo acompanha por agentes da Polícia Militar do Ceará, que estão responsáveis pela segurança dos manifestantes e da Assembleia.

Enquanto isso, uma das vias da avenida Desembargador Moreir, que estava com fluxo comprometido desde as 9h foi interditada. Até o momento, apenas carros no sentido BR-116 transitam normalmente.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *