Mau relacionamento com jogadores pode ter motivado saída de Julian Nagelsmann do Bayern


Na semana passada, o Bayern de Munique anunciou a demissão de Julian Nagelsmann e a chegada de Thomas Tuchel para seu lugar. Apesar de ter 100% de aproveitamento na Liga dos Campeões, o time de Nagelsmann não conseguiu repetir o sucesso no Campeonato Alemão.

Para se ter uma ideia, em 2023, o Bayern só foi vencer sua primeira partida na competição nacional no começo de fevereiro, após 4 jogos. Diante do mau desempenho na Bundesliga, a equipe oscilou na liderança do torneio e, após a derrota para o Bayer Leverkusen, por 2 a 1, perdeu a liderança para o Borussia Dortmund, que agora depende si mesmo para vencer o Alemão. 

Entretanto, segundo o jornal alemão Bild, os resultados não foram a única coisa que fizeram a diretoria do Bayern sacar Nagelsmann. O relacionamento com os jogadores também não era bom. 

De acordo com a publicação, os goleiros Manuel Neuer e Sven Ulreich estavam insatisfeitos com o treinador de 35 anos após a saída de Toni Tapalovic, treinador de goleiros do Bayern e padrinho de casamento de Neuer. Tapalovic foi acusado de ter vazado conversas da comissão técnica, o que teria sido descoberto e, posteriormente, culminou em sua saída do clube alemão.

Além disso, Nagelsmann não se comunicava com o vestiário e, por isso, não contava com o apoio de grandes nomes do elenco, como Gnabry, Serge Gnabry, Leroy Sané, Jamal Musiala e Sadio Mané.

Por fim, o lateral português João Cancelo também não estava feliz com o fato de não ter, com Nagelsmann, o protagonismo que esperava e que o motivou a ir ao clube alemão, no qual está desde janeiro deste ano.

Deixe seu comentário





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *