Marrocos vai se juntar a Espanha e Portugal para sediar Copa do Mundo de 2030 – Jogada


O Marrocos vai se aliar a Portugal e Espanha na candidatura conjunta para sediar a edição da Copa do Mundo de 2030. Mohammed VI, monarca do país africano, fez o anúncio de sua decisão nesta terça-feira. De acordo com a agência de notícias marroquina MAP, o rei destacou que a entrada de seu país nessa iniciativa vai caracterizar a “união entre África e Europa, entre o norte e o sul do Mediterrâneo e entre os mundos africano, árabe e euro-mediterrâneo”.

A mensagem do monarca marroquino foi lida durante as solenidades de entrega do Prêmio de Excelência da Confederação Africana de Futebol, que foi realizado na cidade de Kigali, em Ruanda.

“Também será uma candidatura que reunirá o melhor de ambas as partes, e a demonstração de uma aliança de genialidade, criatividade, experiência e recursos” disse trecho da mensagem de Mohammed VI.

Difundir ainda mais a modalidade é um dos objetivos do monarca, que pretende fazer do futebol uma espécie de palanque de êxito e desenvolvimento humano e sustentável na sociedade local.

“Além de ser uma paixão e a expressão de um talento criativo, o futebol é uma visão de futuro, um compromisso a longo prazo, uma governança eficiente e transparente e um investimento em infraestruturas e no capital humano”, afirmou.

 

Campanha na Copa 2022

Muito dessa iniciativa de tomar parte na candidatura da Copa de 2030 juntamente com Portugal e Espanha ganhou fôlego após a disputa da Copa do Mundo do Catar, no final do ano passado.

No torneio, os marroquinos terminaram a competição na quarta colocação. Neste ano, o país africano também foi sede do Mundial de clubes que teve o Real Madrid como campeão.




Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *