Governo recua e remove publicação sobre juros do consignado


A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) tirou do ar a publicação sobre o teto dos juros do empréstimo consignado dos beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Intitulada “Governo baixa juros de empréstimos consignado para beneficiários do INSS”, a publicação, originalmente feita no dia 14 de março, informava as novas regras adotadas pelo Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS), que reduziam o teto de juros de 2,14% para 1,7%.

O conselho também fixou o máximo de juros ao mês em 2,62%, para operações realizadas por meio de cartão de crédito e cartão consignado de benefício.

Reação dos bancos ao teto de juros dos consignados

Segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), os bancos não têm condições de pagar os custos de captação de clientes com as novas taxas determinadas pelo órgão ligado ao Ministério da Previdência. A entidade ainda afirmou que “os novos tetos têm elevado risco de reduzir a oferta do crédito consignado”.

“O setor financeiro já havia se manifestado ao Ministério da Previdência e ao INSS, afirmando que, neste momento, considerando os altos custos de captação, eventual redução do teto poderia comprometer ainda mais a oferta de empréstimo consignado e do cartão de crédito consignado”.





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *