Fortaleza inicia 3ª fase da vacinação bivalente contra Covid nesta segunda-feira (20) – Ceará


A terceira fase da vacinação bivalente contra a Covid-19, com o objetivo de imunizar gestantes e puérperas residentes de Fortaleza, começa a partir de segunda (20). Até quinta-feira (16), 55.321 doses aplicadas nas duas primeiras etapas foram administradas na Capital.

Os postos de saúde da Capital, onde as vacinas são aplicadas, estarão abertos de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h30, enquanto durar o estoque de imunobiológico. Enquanto isso, nos fins de semana, dois postos de saúde, conforme divulgação realizada no Portal da Prefeitura, estarão direcionados à campanha.

Leia mais

aplicação da vacina em idosa

As duas primeiras fases tiveram como alvo integrantes da população imunossuprimida e idosos a partir de 60 anos de idade. Os que ainda não receberam a bivalente devem buscar os postos de saúde para garantir a vacinação.

Até então, pessoas restritas ao leito e parte desses grupos estão recebendo a vacinação em casa. Já os fortalezenses acima de 12 anos residentes de instituições de longa permanência, além dos trabalhadores destes locais, estão recebendo nestes estabelecimentos.

Vacina bivalente

A vacina bivalente protege contra o vírus original da Covid-19 assim como imuniza contra a variante Ômicron. Além dessa vacina, as monovalentes que garantem proteção contra o vírus seguem sendo aplicadas em Fortaleza.

Segundo dados da prefeitura, o município recebeu do Ministério da Saúde 179.184 doses da bivalente (até 16/03), destinadas à aplicação nos grupos prioritários.

Confira as próximas fases da campanha:

  • 4ª fase: profissionais da saúde
  • 5ª fase: pessoas com deficiência permanente, população privada de liberdade, adolescentes cumprindo medidas socioeducativas e funcionários do sistema de privação de liberdade

Para receber a vacina, é necessário apresentar os documentos originais da identidade (com foto), CPF, Cartão Nacional de Saúde (CNS) e comprovante de residência atualizado. 

No caso das grávidas, é obrigatória a apresentação do cartão da gestante ou exame de gravidez.

Já para imuossuprimidos, além dos documentos de identificação, é necessário apresentar documentação comprobatória, com os dados contidos no modelo padrão da Secretaria da Saúde.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *