Cid visita Fiec e conhece projeto do Hub do H2V no Pecém – Egídio Serpa


Presidente da Comissão Especial de Políticas Públicas para o Hidrogênio Verde do Senado Federal, o senador Cid Gomes reuniu-se nesta sexta-feira, 24, com o presidente e diretores da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), que, em parceria com o governo do estado e a UFC, desenvolve um projeto que prevê a implantação de Hub de H2V no Pecém.

Saudado pelo presidente da Fiec, Ricardo Cavalcante, que o apresentou ao Observatório da Indústria, uma plataforma com 5,7 trilhões de dados armazenados, tendo contribuído para a elaboração do Custo Brasil no Ministério da Economia, Cid Gomes, ficou muito impressionado com o que viu e surpreendeu-se mais ainda com o que ouviu do anfitrião. 

Ricardo Cavalcante resumiu assim o objetivo do Observatório da Indústria:

“O nosso negócio é criar um algoritmo e trabalhar com inteligência artificial. Contamos, para isso, com 72 profissionais, muitos dos quais estão em outros países, como Estados Unidos e Portugal”.

O secretário do Desenvolvimento Econômico, Salmito Filho, presente à reunião, disse que “é hora de destacar o protagonismo e o esforço da Fiec por reunir técnicos e instrutores e realizar estudos que apresentam as condições e as vantagens competitivas para a produção de energias renováveis no Brasil, especialmente no Ceará”.

O Secretário Executivo da Indústria da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Joaquim Rolim, que até há um mês foi consultor da Fiec para energia, mostrou os números que evidenciam o potencial energético do Brasil e do Ceará e destacou que poucos países do mundo apresentam números tão expressivos relacionados à energia solar e eólica, como o Brasil.

O hidrogênio, para ser verde, tem de ser produzido com energias renováveis.

Cid Gomes, elogiou o trabalho da Fiec e finalizo: 

“O Brasil tem de vir colher aqui no Ceará a experiência acumulada ao longo desses últimos anos e, assim fazendo, sem dúvida nenhuma, poderá contribuir para o marco regulatório de produção do hidrogênio verde. Nós precisamos fazer isso de forma urgente”.

 





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *