Caso Bernardo: interrogatório de pai acusado de matar criança é cancelado ‘por razões médicas’ – País


Leandro Boldrini, réu pela morte do próprio filho, Bernardo Uglione Boldrini, não será interrogado no júri realizado na cidade de Três Passos, no noroeste do Rio Grande do Sul. Inicialmente, a manifestação dele estava prevista para esta quinta-feira (23).

Caso Bernardo Boldrini

Bernardo, de apenas 11 anos, foi encontrado morto em abril de 2014. O pai, a madrasta e uma amiga dos dois foram denunciados por homicídio quadruplamente qualificado

Cancelamento do interrogatório

Conforme declaração da juíza Sucilene Engler Werle, o cancelamento do interrogatório se deu por razões médicas, que não foram informadas. Enquanto isso, a defesa do acusado apontou que houve uma avaliação médica do Judiciário, que determinou a não participação de Boldrini no interrogatório.

Conduzido por policiais ao fórum de Três Passos, Boldrini chegou ao local gritando “para, para”.

Fase de debates

Por conta do cancelamento da participação do médico, o julgamento partiu para a fase de debates entre acusação e defesa. A previsão inicial é de que seja encerrado ainda na tarde desta quinta.

Nas audiências de terça (21) e quarta (22), o réu não havia comparecido em razão de problemas de saúde. Apesar disso, desde segunda, testemunhas de acusação e defesa prestam depoimentos aos jurados.





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *