𝗙𝗮𝗹𝘀𝗼 𝗺𝗲́𝗱𝗶𝗰𝗼 𝗲́ 𝗽𝗿𝗲𝘀𝗼 𝗽𝗼𝗿 𝘁𝗿𝗮𝗯𝗮𝗹𝗵𝗮𝗿 𝗱𝗲 𝗳𝗼𝗿𝗺𝗮 𝗶𝗿𝗿𝗲𝗴𝘂𝗹𝗮𝗿 𝗲𝗺 𝘃𝗮́𝗿𝗶𝗮𝘀 𝗰𝗶𝗱𝗮𝗱𝗲𝘀 𝗱𝗼 𝗖𝗲𝗮𝗿𝗮́; 𝘀𝘂𝘀𝗽𝗲𝗶𝘁𝗼 𝗿𝗲𝘀𝗽𝗼𝗻𝗱𝗲 𝗽𝗼𝗿 𝘁𝗿𝗮́𝗳𝗶𝗰𝗼 𝗱𝗲 𝗺𝘂𝗹𝗵𝗲𝗿𝗲𝘀

A polícia prendeu nesta sexta-feira (17) um homem de 36 anos por exercer de forma ilegal medicina em cidades do Ceará. O mandado de prisão temporária ocorreu no Bairro Cocó, em Fortaleza.

De acordo com a Polícia Civil, ele é investigado ainda por estelionato, falsidade ideológica e de documentos. Ele responde também por tráfico internacional de mulheres, no Acre.

A reportagem , a defesa do preso informou que ainda vai ter acesso aos autos e que o caso corre em segredo de Justiça.

O suspeito, identificado como Thiago Celso Andrade Reges, chegou a atuar de forma ilícita como médico em diversos municípios, entre eles Baturité, Itapajé e Mulungu. Ainda segundo os levantamentos policiais, o homem tentava validar um falso diploma de medicina.

Durante as investigações conduzidas pelo 5º Distrito Policial, no Bairro Parangaba, foi verificado que o Conselho Regional de Medicina do Estado do Ceará (Cremec) já havia recolhido a carteira do CRM, que havia sido obtida de forma fraudulenta e instaurado procedimento administrativo contra o suspeito.

Thiago Celso foi conduzido para o 5º Distrito Policial, onde a ordem judicial foi cumprida. Um jaleco, estetoscópio, notebooks, tablet, aparelhos celulares, maquinetas e pendrives foram apreendidos.

Agora, o homem segue à disposição da Justiça. Fonte; g1

JORNAL CAUCAIA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *